Chamada Blog MFE Care

Parceiro Softkore,

Dando continuidade a nossa série sobre equipamentos de automação comercial, hoje vamos falar sobre um equipamento indispensável no ponto de vendas de um lojista: o módulo fiscal eletrônico. Já postamos uma matéria sobre a Plataforma CARE (caso não tenha visto, clique aqui), uma ferramenta de gestão incrível que é disponibilizada para o MFE Care, produto o qual estaremos falando agora.

Mas antes, vamos relembrar algumas informações sobre o MFE?

O MÓDULO FISCAL ELETRÔNICO

MFE (Módulo Fiscal Eletrônico) é o equipamento que substituiu as impressoras de cupom fiscal no estado do Ceará até o final do ano de 2018. Isso significa que todas as empresas varejistas que iniciarem suas atividades a partir do ano seguinte precisaram implementar esse equipamento conjuntamente à um software de gestão comercial homologado à SEFAZ (Secretaria da Fazenda), exceto aquelas que estão sob um regime tributário MEI (Micro Empreendedor Individual).

O Módulo Fiscal Eletrônico é responsável por emitir, assinar e enviar ao fisco todas as informações fiscais de venda que uma empresa produz. Esse equipamento possui todas as regras de validação do Cupom Fiscal, com autorização ou rejeição do XML e o processo de comunicação com a Secretaria da Fazendo do Estado do Ceará. Assim, sua aplicabilidade é direcionada para todas as empresas varejistas que precisam emitir o cupom fiscal eletrônico de venda (CF-e) no estado do Ceará.

O Módulo Fiscal Eletrônico tornou-se a via de comunicação entre as informações fiscais de venda das empresas e a Secretaria da Fazenda. Com a obrigatoriedade da instrução normativa Nº 38 em 2 de agosto de 2018 publicada por o Diário Oficial do Estado em que divulgou os novos grupos de contribuintes que deviam adquirir o MFE, apresentou-se, dessa forma, a adição de mais alguns grupos de contribuintes que aderiram à obrigatoriedade de uso do MFE. E posteriormente, a instrução normativa de nº 69, publicada em 28 de dezembro de 2018, incluiu novos grupos de contribuintes à obrigatoriedade do uso do equipamento MFE. Dessa forma, o esse equipamento passou a ser uma realidade para a maioria dos  lojistas cearenses.

CS DEVICE

A CS DEVICE, grupo experiente no segmento de desenvolvimento de produtos de microeletrônica e desenvolvimento de softwares e investidora do mercado de tecnologia e desenvolvedora de projetos no segmento automobilístico e automação comercial, entrou no mercado de comercialização de módulos fiscais eletrônicos em meados de 2018 com o lançamento do produto MFE CARE. Desde então, estabeleceu-se rapidamente como uma das principais distribuidoras desse equipamento.

Ao desenvolver o hardware compatível com a versão mais nova da especificação de requisitos emitida pela COTEP, e pela Especificação de Requisitos mais nova emitida pela SEFAZ-CE, esse equipamento é preparado para receber atualizações de regras fiscais pela internet por no mínimo 5 anos.

SOBRE O MFE

Visão geral do MFE CARE.

Sem sombra de dúvidas, o Módulo Fiscal Eletrônico Care se consolida como um dos melhores equipamentos do mercado. Sua arquitetura integrada, tais quais outros equipamentos do tipo, se destaca pelo uso do material ABS em sua composição, assim como a presença de 7 LEDS indicativos, características também observadas em outros equipamentos Módulos Fiscais Eletrônicos como o Linker II e o Elgin Smart, ambos da fabricante Elgin. Esteticamente, a diferença é em seu design mais “limpo” comparado ao modelo Linker II, pois possui indicações mais discretas e minimalistas de seus correspondentes LEDS, porém não é tão compacto quanto o MFE Elgin Smart que possui dimensões reduzidas em comparação ao MFE Care e ao MFE Linker II.

Uma coisa que é importante lembrar é que o equipamento não possui itens passíveis de substituição ou reparo pelo usuário ou por qualquer assistência técnica, o que implica em um hardware de arquitetura não modular, ou seja, um equipamento que, ao apresentar defeito, precisa ser substituído sem opção de conserto. Essa é uma característica dos Módulos Fiscais Eletrônicos, independente do fornecedor. Caso o usuário tente abrir ou perfurar o equipamento, ele acionará seu mecanismo de proteção e será inutilizado imediatamente, além de expor o usuário a riscos de choques elétricos.

Sua embalagem acompanha 1 produto Módulo Fiscal Eletrônico Care, 1 cabo USB 2.0 com conectores tipo” A” e tipo “mini-B” e 1 cabo de rede Ethernet com conector RJ45. Outra diferença incorporada aos modelos de Módulos Fiscais Eletrônicos mais recentes é a ausência de fonte de alimentação externa, podendo o hardware ser ligado e conectado via cabo USB.

Da esquerda para direita: visões posterior e inferior, respectivamente, do equipamento Módulo Fiscal Eletrônico CARE.

Ao adquirir o MFE-CARE, é necessário efetuar a sua ativação até a data limite, informada na etiqueta de identificação do produto. A não ativação dentro do prazo acarretará a sua perda.

E AÍ, VALE A PENA COMPRAR?

Indubitavelmente, o Módulo Fiscal Eletrônico Care é uma das melhores opções disponíveis no mercado. Apesar de a CS Device não ter sido a pioneira no cenário cearense quanto à distribuição e à implementação desse hardware, ela se consolida como a melhor opção atualmente. O grande diferencial é a quantidade mínima de violações de equipamento ocasionadas “sem motivo” e a considerável diminuição de problemas referentes à troca do aparelho, uma vez que, como mencionado anteriormente, a arquitetura do dispositivo é não modular, a troca do equipamento é, dessa forma, total.

Além disso, a ferramenta de suporte Plataforma Care veio para reformular o mercado e mudou a forma de interação entre cliente e fornecedor. Única no mercado com tal recurso, a CS Device tornou-se pioneira e se pôs em uma ampla vantagem competitiva por fornecer suporte e assistência a seus clientes e parceiros para possíveis problemas por meio de um pacote de serviços que pode ser obtido de forma gratuita por um tempo limitado, ou ainda um pacote de serviços a um custo acessível para cobertura de suporte a problemas de maior complexidade.

Plataforma Central CARE.

A plataforma Care pode ser acessada por meio do celular, tablet ou computador e consiste em um software de assistência remota. Composto pelo Care Local que consta como um aplicativo instalado no computador (terminal) do PDV, possibilita o controle remoto, o acesso a dados e à atualização de SW local e pelo Care Gateway, aplicativo instalado no computador responsável pelos uploads e downloads em nuvem. O App Care, por sua vez, consiste em um aplicativo de acesso via celular (Android ou IOS) que se conecta à Nuvem da Central Care e apresenta, dessa forma, dados resumidos das operações dos Módulos Fiscais.

Acessibilidade da plataforma Care em diferentes mídias: notebook e celular.

Quer saber mais sobre as funcionalidades da plataforma Care? Clique aqui e confira nossa postagem anterior.

Assim, o produto cumpre muito bem o que promete, além de se destacar com excelentes ferramentas de suporte e gestão de MFE. Não resta dúvidas de o porquê desde seu surgimento em 2018 esse produto veio ganhando a preferência dos comerciantes cearenses.

Quer saber mais sobre o MFE Care e realizar um orçamento? Fale com a gente! Clique aqui.

Gostou do nosso review? Que tal seguir a gente nas redes sociais e sempre ficar por dentro das novidades? Siga a Softkore no Facebook e Instagram e acompanhe sempre as novidades em nosso blog!

Assine a nossa newslatter e fique por dentro das notícias e novidades do mundo da automação comercial e softwares de gestão empresarial.

Write A Comment

Como posso te ajudar